Antigameeeeeeeeeeeente

Antigamente eu sabia como entrar directa nesta coisa, para coisar.

Como se o Linton Kwensi Jhonson fosse o Z da play list que não tenho, para a faxina cá da cubata, saquei um à toa e saiu-me o Paulo de Carvalho, em edição da Renascença. Eu, EU, SIM, ESSA MESMO, EU, ouvi educadamente o “Natal é quando um homem quiser”… é que desculpo tudo ao homem, pelo “Nambuangongo”, que conheci, e foi verdade.

Mas agora, de avental ao peito – também tenho fetiches, graças a deus-  ouvir o Dia a Dia de 1974, do José Niza e ver que a única mudança é que ela não sai com os sapatos pisados do autocarro, ela sai com os saltos puídos do JEEP, puta que pariu, a vida não muda.

Mudam os otários.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s